• Liz Unikowski

De onde vêm minhas roupas? Consumo consciente.


Anteriormente falamos um pouco sobre indústria e trabalhadores. Hoje é dia de falar de nós, consumidores!

O consumidor é a razão dos negócios existirem e a nossa forma de consumo pode mudar o sistema que vivemos. Hoje temos acesso à moda, o famoso "fast fashion", porém também temos acesso à informação de como esta moda é produzida (não apenas o fast fashion, mas toda cadeia em geral).

Já falamos de como é importante saber da procedência dos produtos e não colaborar com empresas que admitem que seus funcionários e fornecedores trabalharem em ambientes insalubres e sem um pagamento justo.

No dia 24 de abril de 2013, o desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh, deixou 1.133 mortos e 2.500 feridos. Esta construção abrigava costureiros e facções que produziam roupas em larga escala para as grandes marcas globais da moda. O filme "The true cost" (tem no Netflix ;) )foi lançado após o incidente, nos faz encarar a realidade do que existe por trás do glamour da moda e não é aparente para nós. Vale a pena ver e entender o porque dos preços extremamente baixos nas prateleiras das lojas.



Este incidente foi um marco da história que sacudiu a população a entender o quão grave é estimular trabalhos injustos em torno da moda. Certamente a roupa barata que você comprou e ficou muito feliz com o bom negócio que fez, gerou lucros para empresas e comprometeu a saúde de trabalhadores e do meio ambiente. Após este incidente foi criado o movimento #fashionrevolution que estimula os consumidores a se questionarem #quemfezminhasroupas. Veja um pouquinho mais sobre a iniciativa, também atuante no Brasil, no vídeo abaixo:


http://fashionrevolution.org/country/brazil/

O pessoal aqui no Brasil não perdeu tempo e fez experiências com a população para alertar os malefícios que o nosso consumo equivocado pode estimular, como mostra no vídeo abaixo.



Neste ano o Fashion revolution esta organizando eventos em várias cidades do país entre os dias 23 e 29 de abril, fiquem ligados!!!!


Existem muitas organizações que estão envolvidas na luta em defesa de trabalhadores em situações análogas e práticas insalubres com a sociedade e meio ambiente. Nós podemos impactar diretamente e ajudá-los a erradicar o trabalho infantil e em condições precárias com pequenas atitudes.

Experimente analisar o que está vestindo neste momento. Você sabe como cada peça que está usando foi feita? De onde veio? Qual o caminho que fez até chegar a você? Será que não é o momento de começar a se questionar? Juntos temos o poder de transformar este cenário!



0 visualização

Jessica Unikowski  - CNPJ: 21.382.431/0001-30 - Escritório: Rua Visconde de Pirajá, 4, sala 701.

Ipanema. Rio de Janeiro - RJ - Tel: +5521-981647595 - contato@usepar.com